Passageiros são presos por usar celular durante voo na China


PEQUIM — Três passageiros foram presos pela polícia de Pequim entre 5 de janeiro e 6 de fevereiro por usar o celular durante voos, segundo divulgou o site China.org na última quarta-feira. A medida vai contra ações no mundo inteiro que flexibilizam o uso de telefones celulares ao longo de viagens de avião.

A primeira passageira, com sobrenome Zhang, ficou detida por cinco dias depois de ser presa na noite de 5 de janeiro, quando desembarcou no Aeroporto Internacional de Pequim, vinda de Harbin, capital da província de Heilongjiang, na região nordeste da China.

Um comissário de bordo disse que Zhang se recusou a desligar o celular quando o avião estava decolando e insistiu em fazer ligações durante o voo. Depois da aterrisagem, quando ela foi presa e levada para a estação de polícia do aeroporto, a passageira se recusou a cooperar.

A segunda passageira, com sobrenome Niu, ficou detida por três dias também depois que seu avião aterrisou no Aeroporto Internacional de Pequim na tarde de 5 de fevereiro. O terceiro passageiro, Wang, ficou preso por cinco dias depois de desembarcar no mesmo aeroporto em 6 de fevereiro. Ele foi punido por estar, supostamente, ouvindo música em seu aparelho celular durante a decolagem e o pouso do avião.

De acordo com a regulamentação de segurança da aviação civil da China, usar telefone celular e outros aparelhos de comunicação durante voos pode ameaçar a segurança pública e levar a detenção de até cinco dias. Para casos de violação grave, os passageiros também podem ser multados em até 50 mil yuans (cerca de 7.268 dólares) e receber sanções penais.

NOTÍCIAS RELACIONADAS